segunda-feira, 27 de abril de 2009

Este Blog vai continuar no seguinte endereço:

http://guitarracoimbra.blogspot.com/

Saudações Académicas!

5 Comentários:

Blogger Pena (WB) disse...

Caro Octávio Sérgio,

O problema a que se refere tem a ver com o próprio serviço blogspot?
Pode adiantar que tipo de impedimentos são esses, de maneira a que quem, como eu, detém blogues do género, possa precaver-se?

Obrigado!

27 de abril de 2009 às 23:46  
Blogger Octávio Sérgio disse...

Dizem-me que já ocupei todo o espaço disponível que é de 1 G. Agora terei que pagar se quero aumentar a capacidade de armazenamento. Tenho agora dois problemas: o 1º refere-se ao cartão para o pagamento que ainda não tenho. Irá demorar mais de uma semana a vir. O 2º refere-se ao método de pagamento. Estão muito confusas as instruções. Não sei se darei com aquilo. Espero que tudo se resolva a contento de todos.

28 de abril de 2009 às 03:15  
Blogger Ana disse...

Vou referir-me a um post antigo, mas é a maneira de poder entrar em contacto.
Em http://guitarradecoimbra.blogspot.com/2006/08/salazar-honoris-causa-doutoramento.html, li: Coincidindo com a jubilação, a 27 de Abril de 1958 foi inaugurada no pátio do Palácio Foz (sede do SNI) a estátua de Oliveira Salazar talhada por Francisco Franco. Esta estátua, apeada em 1974 (paradeiro incerto?) fora moldada em 1936, tendo marcado presença no Pavilhão Português da Exposição Universal de Paris de 1937, e na Exposição do Duplo Centenário de 1940. Na versão de Francisco Franco, Oliveira Salazar vestia as insígnias doutorais de Direito, em postura erecta maciça.
Fonte: Fernando Dacosta, "Salazar. Fotobiografia", Lisboa, Editorial Notícias, 2000, pág. 136."
Nesta página, apenas está a fotografia de Salazar posando para o escultor. Gostava de saber onde esteve esta estátua, uma vez que se diz que foi apeada, mas não se diz de onde. Muito obrigada
Ana Maria Machado
anamariamachado@netcabo.pt

12 de maio de 2009 às 15:27  
Blogger Octávio Sérgio disse...

Resposta de António M. Nunes:
No edifício do Palácio Foz existe um pátio interior e foi nesse pátio que esteve a referida estátua, sobre um plinto. Há fotos de época que a mostram, como as há para o acto de inauguração.

A minha pergunta em 2006 era mais no sentido de averiguar se algum leitor do blog saberia o que aconteceu à estátua. Em autores onde a estátua vem referida, como Joaquim Saial e João Medina, ninguém esclarerece se foi decapitada, dinamitada ou apenas apeada e levada para algum armazém da Câmara de Lisboa.

É tudo o que sei dizer.

13 de maio de 2009 às 00:04  
Blogger Ana disse...

Muito obrigada. Está uma igual em Maputo, também apeada, claro. Deve ser uma cópia.
O Prof. Luís Reis Torgal diz-me que, segundo um amigo, cujo Pai foi vice-reitor do Liceu Salazar [hoje Josina Machel], a estátua que eu vi estivera num pátio ajardinado na entrada do liceu voltado para a rua.

19 de maio de 2009 às 10:11  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial