sexta-feira, 28 de março de 2008

Vozes de Abril

No próximo dia 4 de Abril, a partir das 21,30 horas, realiza-se no Coliseu dos Recreios um espectáculo de homenagem aos cantores e poetas de Abril. O grupo Erva de Cheiro, participa também com um tema, ao lado de muitos que projectaram a revolução de Abril em muitos momentos, antes e depois do 25 de Abril.
Este é um espectáculo organizado pela Associação 25 de Abril, com apoio da RTP.
E as "Vozes de Abril" são cantores, músicos, poetas escritores, actores, artistas plásticos, cujas obras expressaram os valores da Liberdade e da Democracia.
Nesta Gala, a A25A vai homenagear alguns dos que deram o seu contributo artístico e ajudaram a criar condições para que a liberdade fosse conquistada.
Participação de:
Brigada Victor Jara, Carlos Alberto Moniz, Carlos Carranca, Carlos Mendes, Couple Coffee, Ermelinda Duarte, Erva de Cheiro, Estudantina de Lisboa, Fernando Tordo, Francisco Fanhais, Haja Saúde, Helena Vieira (soprano) com Coro Infanto-Juvenil, Jacinta, João Afonso, José Barata Moura, José Jorge Letria, José Mário Branco, Lua Extravagante (Vitorino, Janita Salomé, Carlos Salomé e Filipa Pais), Lúcia Moniz, Luiz Goes, Luiza Basto e João Fernando, Manuel Freire, Maria do Amparo, Pedro Barroso, Raul Solnado, Samuel, Tino Flores, Waldemar Bastos (cantor angolano da resistência), Coral Alentejano.
Participação Especial: Patxi Andion
Guitarra e Viola : João Alvarez e Durval Moreirinhas.
Bandas : Exército, Força Aérea e Marinha
Banda (residente): dirigida por Carlos Alberto Moniz.
Poesia dita por: Joaquim Pessoa, José Fanha, Manuel Alegre, Maria Barroso, Vitor de Sousa.
Participação Teatral: Grupo de Teatro A Barraca (Autor e Encenador Hélder Costa)
Corpo de baile: Coreografado por Marco de Camillis
Homenageados: Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Carlos Paredes, Ary dos Santos, Mário Viegas, António Gedeão, Sofia de Mello Breyner, Manuel da Fonseca, Lopes Graça, Jorge de Sena, Luzia Mª. Martins, José Gomes Ferreira, Eugénio de Andrade, Alexandre O’Neill, Manuela Porto, Tóssan, Michel Giacometti, Carlos do Carmo, Fausto, Luís Cília, Sérgio Godinho.
Em palco também vão estar outras Vozes de Abril:
(Locutores): Adelino Gomes, Luís Filipe Costa, Joaquim Furtado, João Paulo Guerra;
(Capitães de Abril): Vasco Lourenço (Presid. da A25A desde a fundação), Costa Neves, Otelo Saraiva de Carvalho, Martins Guerreiro, Vítor Crespo
Preço Bilhetes:
1ª Plateia 20€; 2ª Plateia 15€; Balcão Central 13€; Balcão Lateral (S/Marcação / Vis. Reduzida) 5€; Camarotes de 1ª Frente (6 pessoas) 72€; Camarotes de 1ª Lado (5 pessoas) 50€; Camarotes de 2ª Frente (6 pessoas) 54€; Camarotes de 2ª Lado (5 pessoas) 35€;
Locais de Venda: Worten, Coliseu dos Recreios, Lojas Fnac, Agência ABEP, Agência Alvalade, Ticketline .

Balada da Despedida

video

Encerramento dos programas Cantos e Contos de Coimbra, de Sansão Coelho, na RTP do Porto, em 1982. Neste último programa, além de Adriano Correia de Oliveira, Machado Soares e Octávio Sérgio, actuou também o grupo Tertúlia do Fado de Coimbra, com Álvaro Aroso e José Carlos Teixeira nas guitarras, Eduardo Aroso na viola e a Cantar José Miguel Baptista, Joaquim Matos e Nuno de Carvalho. O programa finalizou com esta Balada da Despedida do 5º Ano Médico de 1958, da autoria de Machado Soares. Foram solistas o próprio autor e Fernando Rolim.

Vídeo enviado por Jorge Serra

Etiquetas:

terça-feira, 25 de março de 2008

Trio Euterpe, hoje, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz. Será executada uma peça de Sérgio Azevedo, dedicada a este Trio.

video

Fado da Sé Velha, cantado por Adriano Correia de Oliveira, no programa de Sansão Coelho "Cantos e Contos de Coimbra", transmitido pela RTP do Porto em 1982. Guitarra: Octávio Sérgio; viola: Fernando Machado Soares.

Vídeo enviado por Jorge Serra.

Etiquetas:

segunda-feira, 24 de março de 2008

Trova do vento que passa

video

"Cantos e Contos de Coimbra", RTP Porto, 1982, um programa de Sansão Coelho. A acompanharem Adriano Correia de Oliveira, estão Octávio Sérgio (g) e Machado Soares (v).

É curioso o viola ser Machado Soares, um dos melhores cantores da velha escola coimbrã, que canta sempre de viola na mão.

Esta peça tem letra de Manuel Alegre e música de Adriano e António Portugal, segundo me foi dito pelo próprio Adriano, em Almada, um dia que foi actuar na Academia Almadense, se bem me lembro. Estávamos justamente a passar a pé junto do tribunal de Almada, onde trabalhava Machado Soares, estando presente também a minha mulher, Isabel, quando falámos desta trova.

Foi, possivelmente, a última aparição de Adriano em público, pois morreu poucas semanas depois. Nota-se, aliás, na sua voz, que já não tem a frescura de outros tempos. No entanto, penso que a sua vontade de viver era muito forte. Por estas imagens, não se nota o desgaste físico que apresentava já. É com muita saudade e ternura que revejo este grande lutador da liberdade.

Adriano, sempre presente!

Este vídeo foi-me enviado por Jorge Serra.

Etiquetas:

domingo, 23 de março de 2008


A Tuna Académica da Universidade de Coimbra vai comemorar os seus 120 anos de existência com um sarau no Teatro Académico Gil Vicente no próximo sábado, dia 29.
Diário de Coimbra de hoje, com texto de Pedro Bonifácio e uma foto de António Nascimento feita por Ferreira Santos. As outras fotos são do espólio da TAUC.